quinta-feira, 2 de abril de 2015

'Raptada para ser morta'

No Correio da Manhã: "Hélder Duarte não aceitou que a companheira, Andreia L., pedisse a separação. Espancada e humilhada, a vítima de 28 anos viu-se forçada a sair de casa, em Rio de Mouro, Sintra. O casal começou a viver junto em 2013, mas a partir de fevereiro de 2014 foram vários os episódios de violência. Numa das vezes, esmurrada, ficou sem dentes. Noutra, foi agredida com duas cabeçadas num bar. Separou-se, em julho do ano passado – o que lhe ia custando a vida." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.