sábado, 16 de maio de 2015

Campanha de vacinação anti-rábica e de identificação electrónica começa no dia 28

A freguesia de Colares será a primeira a acolher a campanha oficial anual de vacinação anti-rábica, de controlo de outras zoonoses e de identificação electrónica, promovida pela Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) através dos Médicos Veterinários Municipais.

Em Sintra, a iniciativa decorrerá até dia 25 de Junho nos locais indicados na tabela anexa, mas os detentores de animais poderão igualmente proceder à vacinação/identificação ao longo do ano no Gabinete Medico Veterinário Municipal (terças e quintas-feiras, das 10h às 12h).



A vacina anti-rábica é obrigatória para todos os cães com três ou mais meses de idade e tem um custo de 5 euros, eventualmente acrescidos de um euro pelo boletim sanitário. Já identificação electrónica tem um custo de 13 euros e é igualmente obrigatória para cães nascidos após 1 de Julho de 2008, ou para animais nascidos antes dessa data, mas pertencentes às categorias de: "cães perigosos e potencialmente perigosos conforme definido em legislação especial; cães utilizados em acto venatório; cães em exposição para fins comerciais ou lucrativos, em estabelecimentos de venda, locais de criação, feiras e concursos, provas funcionais, publicidade ou fins similares."

A falta da vacina constitui uma contra-ordenação punível com coimas entre 50 e 3740 euros, ou 44890 euros, consoante o agente seja pessoa singular ou colectiva, enquanto a ausência de identificação electrónica nos casos previstos é punível com uma coima entre 50 e 1850 euros, ou 22 mil, alerta Álvaro Mendonça, Director-Geral de Alimentação e Veterinária. [ver edital] [saiba mais na página da DGAV]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.