segunda-feira, 14 de agosto de 2017

'Basílio e os encantos de ser presidente de câmara'

No Jornal i: "(...) Outro episódio que fez correr alguma tinta foi uma declaração de rendimentos de Basílio Horta ao Tribunal Constitucional, em que, por lapso, o atual presidente da Câmara de Sintra declarou 5600 euros em vez de... cinco milhões e 600 mil. Basílio tem um percurso peculiar: outrora vice-presidente e secretário-geral do CDS (já lá vão mais de 25 anos), veio a ser nomeado presidente do AICEP pelo governo de José Sócrates, acabando por integrar, nas legislativas de 2011, as listas do PS, partido que apoiou a sua candidatura à Câmara de Sintra." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.