sexta-feira, 24 de julho de 2020

'Trânsito vai continuar interditado na Serra de Sintra'

Na SIC Notícias (via Lusa): "O trânsito na Serra de Sintra, no distrito de Lisboa, vai continuar interditado até ao final do dia de terça-feira, exceto a transportes públicos e moradores, devido ao risco de incêndio, determinou esta sexta-feira o município. A circulação na Serra de Sintra está condicionada desde o dia 17 de julho devido aos alertas laranja da Proteção Civil para risco de incêndio." [notícia integral]

segunda-feira, 20 de julho de 2020

'Fogo na serra da Carregueira mobiliza mais de 170 bombeiros e 5 meios aéreos'

Na SIC Notícias "Um incêndio que deflagrou esta segunda-feira numa zona de mato, na serra da Carregueira, no concelho de Sintra, está a ser combatido por 172 bombeiros. O incêndio deflagrou às 16:40. Em declarações à agência Lusa, o Comandante Operacional Distrital de Lisboa, Carlos Mata, adiantou: "O combate ao incêndio está a evoluir favoravelmente." [notícia integral]

sábado, 11 de julho de 2020

'Há 700 pessoas com covid-19 em Sintra que a câmara ainda não contactou'

No PÚBLICO: "O presidente da Câmara de Sintra diz que em 40 anos de vida pública nunca trabalhou tanto e que são as autarquias a dar a resposta que o Estado não dá. Em Queluz, a polícia fechou 30 estabelecimentos comerciais num só dia. “​Estamos a pisar gelo finíssimo”, diz, ao fim das primeiras duas semanas em que seis freguesias dos concelho se mantiveram em estado de calamidade.​" [notícia integral]

sexta-feira, 10 de julho de 2020

'Álcool, ajuntamentos e multas pesadas. Nas ruas de um concelho “quente” da pandemia'

Na Visão: "Agora vamos a um sítio quente”, avisa Manuel Lage. E não falhou. Lage trava o carro a fundo e atira pela janela: “Vocês os dois, aí parados” Os dois jovens olham para o carro branco, descaracterizado, e ficam na dúvida: devem seguir a ordem ou avançar? O condutor abre a porta do carro e, com voz de comando, insiste: “Não estão a ouvir?! É para encostar já aí!” E só nesse momento os dois jovens reparam no colete fluorescente com a indicação “Polícia Municipal” e recuam dois metros até se imobilizarem junto à parede de um prédio, numa das principais avenidas de Rio de Mouro. Uns 100 metros mais abaixo, uma equipa da PSP já está a identificar outros três jovens do mesmo grupo, apanhados em flagrante a violar as regras em vigor naquela e noutras 18 freguesias da Área Metropolitana de Lisboa. Além de estarem num ajuntamento de cerca de 10 pessoas (a lei só permite cinco), foram apanhados a consumir álcool na rua – as “litrosas” continuam ali, meias consumidas, nos degraus das escadas de acesso a um prédio onde os jovens habitualmente se reúnem, um dos “spots” já identificados como problemáticos." [notícia integral]