sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

'Reconversão da Lixeira de Trajouce: o impasse não pode continuar'

Comunicado do BE: "Rita Calvário, Deputada do Grupo Parlamentar do Bloco, questionou o governo no sentido de esclarecer os motivos da não implementação do plano de reconversão da lixeira de Trajouce, em Cascais, anunciado na primavera de 2009. A intervenção, prevista para 18 meses com início em 2010, visava responder a um desastre ambiental sem precedentes originado pela deposição ilegal, ao longo de 20 anos, de 150 mil toneladas de resíduos.

Deste Maio de 2009 que o Bloco de Esquerda vem exigindo a tomada de medidas para responder à situação de calamidade vivida em Trajouce, derivada não só da deposição de resíduos como também pela inadaptação da infra-estrutura à importante função que desempenha.

Soube-se esta semana que as obras ainda não se iniciaram e que a administração da Tratolixo, empresa intermunicipal que gere o aterro, pretende fazer uma alteração ao referido plano, pelo que Bloco de Esquerda quer conhecer o motivo destas alterações , que irão atrasar e adiar para tempo incerto a resolução deste grave problema. Também é importante esclarecer o tipo de acompanhamento que tem sido prestado pela APA e CCDR-LVT, tendo em conta estes atrasos e as alterações agora propostas.

Ao longo deste tempo, o Bloco exigiu também o apuramento de responsabilidades por este desastre ambiental, clarificação que sempre foi recusada quer pelo o governo quer pelas as autarquias de Cascais, Mafra, Oeiras e Sintra, representadas na administração da Empresa. [ver questões enviadas]"

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.