sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

'Idosa morta em casa durante oito anos abre guerra entre PSP e GNR'

No Ionline: "A GNR admite que teve dificuldade em encontrar os registos relacionados com o desaparecimento da idosa que foi encontrada morta, passados oito anos, em casa, em Rio de Mouro (Sintra), na última terça-feira. É que o posto da Guarda fechou há dois anos e passou para a PSP. Com a transferência dos militares, foram também transferidos os arquivos para um armazém na zona de Sintra. Mas anteontem, um grupo de homens foi enviado para o local com a missão de encontrar eventuais registos ou queixas datados de 2002 e referentes ao caso." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.