quarta-feira, 29 de junho de 2011

'Exército não esqueceu roubo de armas no quartel da Carregueira'

Na TSF: "O Chefe do Estado-maior do Exército assegurou que o roubo de dez armas de calibre de guerra do quartel da Carregueira, em Belas, não foi esquecido. «Temos sobre isso uma posição muito clara: os Comamdos têm memória e não perdoam. Quem o fez há-de-fazer. Havemos de saber quem foi e nessa altura pagarão», garantiu o general Pinto Ramalho, em declarações registadas pela agência Lusa." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.