quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Assembleia Municipal de Sintra rejeita propostas de agregação de freguesias



A Assembleia Municipal de Sintra aprovou ontem por unanimidade uma proposta da Coligação Mais Sintra (PSD/CDS-PP) que rejeita os dois projectos de agregação de freguesias propostos pela Unidade Técnica para a Reorganização Administrativa do Território (UTRAT), que apontavam para uma redução das actuais 20 freguesias para apenas 11.

A sessão extraordinária ficou ainda marcada pela declaração de Fernando Seara, que disse que a Câmara de Sintra não irá emitir qualquer opinião enquanto não conhecer a deliberação sobre a intimação judicial que interpôs para que a UTRAT prestasse esclarecimentos sobre a lei. “A Câmara não se irá pronunciar sobre nenhuma matéria enquanto o Supremo Tribunal Administrativo não o fizer, e estou convicto e certo que o vai fazer nos próximos dias”, avançou o presidente da Câmara (vídeo anexo).

Já a proposta apresentada pela oposição (PS, CDU e BE) foi rejeitada pela maioria. O documento defendia a manutenção das 20 freguesias de Sintra e a revogação da lei da reforma administrativa que impõe uma redução de 7 a 9 freguesias no concelho. [notícia no Cidade Viva, no Jornal de Negócios, no Notícias Grande Lisboa e na Rádio Ocidente]


[mais vídeos aqui, aqui e aqui]

Notícias relacionadas:
Assembleia Municipal de Sintra volta a discutir extinção de freguesias
Pêro Pinheiro rejeita propostas de agregação da freguesia
Autarcas de Queluz consideram agregação a Belas uma "aberração"
Unidade Técnica propõe redução de 9 freguesias em Sintra

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.