terça-feira, 27 de agosto de 2013

Castelo dos Mouros e Palácio da Pena com visitas técnicas guiadas gratuitas em Setembro


© PSML/Carlos Sá

No âmbito das Jornadas Europeias do Património, de 20 a 22 de Setembro, a Parques de Sintra - Monte da Lua (PSML) irá realizar visitas técnicas guiadas gratuitas a diversos pontos de interesse que estão a ser alvo de trabalhos de requalificação, ou cujas obras terminaram recentemente, com a presença dos técnicos responsáveis pela coordenação dos projectos (ver programa anexo). Todas as visitas guiadas são gratuitas, mas têm um limite máximo de participantes e carecem de reserva prévia. Informações e inscrições: 219 237 300/npa@parquesdesintra.pt.

As Jornadas Europeias do Património são uma iniciativa anual do Conselho da Europa e da União Europeia, que têm como objectivo a sensibilização dos cidadãos para a importância da protecção do Património. Em Portugal, a Direcção-Geral do Património Cultural escolheu este ano o tema ‘Lugares’, por forma a suscitar a aproximação física e emocional dos participantes aos pólos patrimoniais, de modo a sensibilizar os cidadãos para a sua protecção." [Fonte: PSML] [notícia no Ambitur, no LOCAL.PT e no Publituris]

Programa
Castelo dos Mouros – Projeto ‘À Conquista do Castelo’
Data: 20 (sexta-feira)
Horário: 10h - 13h
N.º máximo de participantes: 25
Ponto de Encontro: Bilheteira do Castelo (Calçada da Pena)

Descrição: Exploração de todo o processo levado a cabo durante o projecto ‘À Conquista do Castelo’ que, recentemente, permitiu a requalificação do monumento, com a construção de novas áreas de acolhimento, recuperação da envolvente paisagística, bem como dos caminhos de acesso e de ronda (totalmente requalificados e iluminados). Vai ainda ser possível visitar o local onde foram realizadas escavações arqueológicas que apoiaram as intervenções de recuperação e aprofundaram a informação histórica sobre o local. Visita guiada por: Maria João de Sousa (Arqueóloga) e Vanessa Ferreira (Engenheira Civil)

Palácio da Pena – Restauro integral do Salão Nobre e reabilitação do Palácio Novo
Dia: 20 (sexta-feira)
Horário: 10h - 11h30
N.º máximo de participantes: 20
Ponto de Encontro: Porta das Cabaças (Túnel do Tritão)

Descrição: Oportunidade rara de entrar no Palácio da Pena pelo antigo acesso principal de convidados da Família Real e testemunhar o restauro da pintura mural das Escadas das Cabaças. Segue-se depois para a Sala de Entrada e Salão Nobre, onde se toma conhecimento da complexidade do restauro integral que ali decorre, desde a arquitectura e artes decorativas às peças do acervo, passando pela complexa instalação de infraestruturas de energia eléctrica, telecomunicações, iluminação de emergência e ventilação. Visita guiada por: João Pimentel (engenheiro civil), Carlos Marques (conservador-restaurador)

Palácio da Pena – Restauro integral do Gabinete da Rainha
Dia: 20 (sexta-feira)
Horário: 12h – 13h30
N.º máximo de participantes: 20
Ponto de Encontro: Porta principal do Palácio da Pena

Descrição: Explicação das transformações do Gabinete da Rainha ao longo dos tempos e das futuras opções museológicas que resultarão de um compromisso entre as diversas épocas de vivências do Palácio. O restauro da pintura mural desta dependência é a tarefa mais complexa, devido à sua degradação e aos diversos repintes anteriores. Se o estado do tempo o permitir, poder-se-á subir à cobertura do claustro e observar o telhado do Gabinete da Rainha, também incluído nesta intervenção. Visita guiada por: Ana Bravo (conservadora-restauradora) e Carlos Marques (conservador-restaurador)

Quinta da Pena – Recuperação da Abegoaria da Quinta da Pena
Dia: 20 (sexta-feira)
Horário: 15h – 17h
N.º máximo de participantes: 25
Ponto de Encontro: Bilheteira da Quinta da Pena (Calçada da Pena)

Descrição: Observação de como foi levado a cabo o processo de restauro da Abegoaria da Quinta da Pena, edifício do séc. XIX, incendiado em 1999 (pouco depois do incêndio do Chalet da Condessa). Actualmente, o edifício inclui sala de exposições e conferências e alberga não só os serviços de gestão da zona, turismo equestre, e projectos aí desenvolvidos, como um espaço para as charretes que realizam passeios no Parque da Pena. Visita guiada por: Gonçalo Simões (engenheiro civil)

Parque da Pena – Restauro Feteira da Rainha e Jardim das Camélias
Dia: 20 (sexta-feira)
Horário: 16h30 – 18h
N.º máximo de participantes: 25
Ponto de Encontro: Fonte dos Passarinhos (Parque da Pena)

Descrição: Visita a uma das áreas mais emblemáticas do Parque da Pena, recentemente alvo de restauro. O projecto incluiu um conjunto alargado de intervenções que visavam a recuperação de estruturas construídas e vegetação em avançado estado de degradação. A execução do projecto incluiu trabalhos de recuperação da rede de caminhos, com execução e reparação de pavimentos e recuperação do sistema de drenagem superficial. Foi também recuperada a rede de infraestruturas, nomeadamente da rede de condução de águas do sistema tradicional de águas do parque, para abastecimento e animação dos vários elementos de água decorativos existentes na área. Com esta visita, será ainda possível conhecer algumas das mais importantes colecções botânicas do Parque da Pena, nomeadamente de camélias e fetos arbóreos. Visita guiada por: Nuno Oliveira (engenheiro florestal) e Elsa Isidro (arquitecta paisagista).

Palácio da Pena – Restauro integral do Salão Nobre e salas adjacentes
Dia: 22 (domingo)
Horário: 11h – 12h30
N.º máximo de participantes: 20
Ponto de Encontro: Porta das Cabaças no Túnel do Tritão

Descrição da Vista: Esta visita tem como foco, sobretudo, as questões de significado patrimonial do Salão Nobre enquanto testemunho de uma residência romântica, a relação da arquitectura com o acervo e o seu significado histórico. A par das infraestruturas, serão apresentados os trabalhos de restauro tanto das artes decorativas como do acervo e o esforço de reconstituição de estado muito semelhante ao original do Salão Nobre do Palácio da Pena. A visita passará também pelo interior da Escada das Cabaças. Visita guiada por: António Nunes Pereira (arquitecto e director do Palácio da Pena) e Carlos Marques (conservador-restaurador)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.