segunda-feira, 13 de outubro de 2014

'Mem Martins não quer saber (e não sabe) do Estado Islâmico'

No ionline: "Na leitaria que recebe os passageiros da linha de comboios de Sintra à entrada da estação Algueirão-Mem Martins, ninguém parece ter uma opinião formada sobre o Estado Islâmico (EI). Mas já todos ouviram falar de Fábio Poças, agora Abdu Rahman al-Andalus, o rapaz "pacato" de 22 anos que, depois de se mudar de Mem Martins para Londres sozinho, partiu há um ano para a Síria a fim de se juntar ao grupo. É o "jihadista português", um de pelo menos 12 nacionais ou luso-descendentes que já se juntaram às fileiras do bando armado nascido com a guerra da Síria e que, há alguns meses, depois da tomada de Mossul no Iraque, anunciou a instalação de um califado islâmico naquela região do Médio Oriente." [notícia integral]

Notícias relacionadas:
'Português jihadista diz que «é fácil matar»'
'Mais cinco portugueses aderem ao terrorismo'
'Casal português no Estado Islâmico: mas porquê?'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.