domingo, 19 de outubro de 2014

'PS e PSD gastaram 3,2 milhões de euros para conquistar as cinco maiores câmaras'

No PÚBLICO: "Gastar mais na campanha eleitoral não é necessariamente garantia de sucesso nas urnas nas eleições autárquicas – e isso fica provado nas autárquicas de Setembro de 2013 quando se analisam algumas contas da campanha apresentadas pelos partidos no Tribunal Constitucional. (...) Em Sintra, a direita gastou 303 mil euros para conseguir apenas um modesto terceiro lugar, com Pedro Pinto a ficar atrás do ex-PSD e independente Marco Almeida (renegado pela direcção nacional). Ainda que Sintra seja o segundo município do país com mais eleitores, o investimento do PS ficou-se pelos 128 mil euros, conseguindo eleger Basílio Horta presidente da câmara por uma diferença de dois mil votos, mas com os mesmos quatro deputados do movimento de Marco Almeida – que tinha um orçamento de cerca de 125 mil euros mas não entregou o balanço final das contas, arriscando uma coima." [notícia integral] [notícia no Notícias ao Minuto]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.