terça-feira, 18 de novembro de 2014

'Seis anos de prisão por abuso sexual da própria filha'

No Diário Digital (via Lusa): "O Tribunal da comarca de Lisboa Oeste (Sintra) condenou um homem numa pena de seis anos de prisão, pela prática do crime de abuso sexual da própria filha, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL). De acordo com uma nota publicada na página da internet da PGDL, o coletivo da Instância Criminal de Sintra condenou, por acórdão de 13 de novembro, o arguido por abuso sexual da filha, menor de 7 anos, em cúmulo jurídico a "seis anos de prisão" e nas penas acessórias de expulsão do país (por cinco anos) e de inibição do exercício do poder paternal (durante 10 anos)." [notícia integral] [notícia no Correio da Manhã, no Jornal de Notícias e no SOL]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.