segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Publicação local continua a copiar conteúdos


Foto de Luís Galrão (autor do Tudo sobre Sintra) utilizada abusivamente pelo Correio de Sintra

À semelhança de outras edições, o último número do Correio de Sintra volta a incluir conteúdos copiados de blogues ou de órgãos de comunicação, sem identificação das fontes, apesar de, em causa própria, anunciar a "proibição de reprodução ou adaptação, total ou parcial, de conteúdos do jornal".

O texto da legenda da "voz dos leitores", na página 2, por exemplo, é copiado deste artigo do FUGAS, do jornal PÚBLICO, e a foto de Sintra publicada na página 5 é de um fotógrafo amador brasileiro (copiada daqui), que não foi consultado. "Não me incomodo que usem minhas fotos, mas deveriam citar o autor", afirma Jorge Cordeiro Duarte em resposta ao Tudo sobre Sintra.


Foto de Joana Freitas (do PÚBLICO) publicada pelo Correio de Sintra

Já a terceira foto da página 12 foi também retirada do PÚBLICO, sendo da autoria de Joana Freitas, enquanto os dois primeiros parágrafos do texto são praticamente decalcados deste texto do Tudo sobre Sintra, embora com a introdução de algumas imprecisões: a assinatura do protocolo não decorreu "no Cacém", nem o valor do investimento "são quase 9 milhões de euros", mas sim 7,9 milhões, como explicado no citado comunicado da autarquia.

Acresce a  foto da página 13, copiada deste artigo do Jornal de Sintra, onde está devidamente identificada. Curiosamente, é uma imagem que ilustra o fim da antiga freguesia de Massamá, e o início da antiga freguesia de Belas, que actualmente pertence à União de Freguesias de Queluz e Belas, à qual não se refere o texto.

Não é a primeira vez que este título recorre à utilização abusiva de textos e fotografias, em desrespeito pela deontologia e pelo direito de autor, razão pela qual deixou de ser divulgado regularmente no Tudo sobre Sintra. Em Janeiro de 2014, por exemplo, foram plagiadas duas fotografias e um texto do Tudo sobre Sintra e, na edição seguinte, o artigo da página 11, sobre o silo de estacionamento junto à estação ferroviária de Agualva-Cacém, é cópia quase integral deste artigo do jornalista José António Cerejo, publicado no jornal PÚBLICO em Outubro de 2013.

Há mais de uma semana, o Tudo sobre Sintra solicitou esclarecimentos à actual directora da publicação, que apenas se mostrou disponível para responder pessoalmente. No entanto, por entender ser a solução mais adequada, o Tudo sobre Sintra insistiu por duas vezes que fossem enviadas respostas por escrito, o que ainda não aconteceu.

Notícia relacionada:
Jornal local continua a reutilizar notícias

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.