terça-feira, 7 de julho de 2015

'Obras em muro no Cacém dividem moradores e Câmara de Sintra'

No Jornal da Região (via Lusa): "Os moradores de três prédios no Cacém, Sintra, afetados por uma derrocada em 2014 recusam pagar a limpeza dos escombros, mas o presidente da câmara alega que o muro é privado e não pode assumir os custos. A Câmara de Sintra notificou as administrações dos condomínios dos números 8, 10 e 12 da Rua de São Tomé e Príncipe, no Cacém, para pagarem 64.950 euros (mais IVA) da limpeza e consolidação do muro de suporte de terras que ruiu, em novembro de 2014, nas traseiras dos imóveis." [notícia integral]

Notícias relacionadas:
'Moradores recusam pagar obra em muro'
'Desalojados por causa de queda de muro no Cacém'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.