sexta-feira, 24 de março de 2017

'Abate de 1200 árvores em Sintra contestado'

No Correio da Manhã: "Cerca de 1200 pinheiros bravos, ciprestes, acácias e cedros vão ser abatidos na serra de Sintra e Penha Longa, numa área florestal sob gestão do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), confirmou esta entidade ao CM. A ação está a ser contestada por Os Verdes e por uma associação local. "Os objetivos do abate são a melhoria da segurança rodoviária" e incidirá sobre árvores "em fim de vida e/ou em mau estado fitossanitário, bem como todas que apresentem sinais de instabilidade", afirmou o ICNF, acrescentando que "está ainda prevista a eliminação de exemplares em concorrência direta com espécies autóctones", como "sobreiros, carvalhos, medronheiros e folhados", que sairão beneficiados." [notícia integral]

Notícia relacionada:
'Quercus pede que seja "cancelado e reavaliado" corte de árvores em Sintra-Cascais'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.